FOTOS DA CASA
Banhos, festas, jantares, intimidades... Escolha o álbum de sua preferência



Francisco C. Inácio
» Veja álbum de fotos

Signo: sagitário
Idade: 29
Peso: 72 kg
Altura: 1,80m
Manequim: 40
Número do calçado: 40

O que levo para a casa:
Uma touca de florzinha
E o que mais?

» Veja o mapa astral de Xis




Eu também estou

 :: Analice Nicolau
 :: André Gonçalves
 :: Cynthia Benini
 :: Ellen Rocche
 :: Gustavo Mendonça
 :: Joana Prado
 :: Mariana Kupfer
 :: Rafael Vannuci
 :: Ricardo Macchi
 :: Suzana Alves
 :: Syang
 :: Vítor Belfort

XIS

Nome: Marcelo dos Santos
Data de nascimento: 24 de novembro de 1972
Estado civil: mora com a namorada
Onde nasceu: São Paulo
Animal: cachorro
Hobby: jogar xadrez na Internet
Comida: arroz, feijão, salada, bife e batata frita
Esporte: não pratica
Música: "Sell Eyes on me", com Tupac Shakur
Momento marcante: ganhar o VMB com o clipe da música "Us Mano, as Mina"
Religião: não tem
Já morou no exterior? não
Ídolo: o rapper Tupac Shakur
Livro: autobiografia do "Malcom X"
Cor: preto
Sonho: "levar todos os moleques que cantam comigo para Cuba e trazer os cubanos que participaram do meu disco para tocar aqui comigo"
Carreira: começou cantando em bares de periferia, fez sucesso com a música "Us Mano, as Mina", do disco "Seja como For" e lançou o CD "Fortificando a Desobediência", no final do ano passado
O que gosta de fazer numa casa: jogar videogame
Livros que escolheu para levar para a Casa dos Artistas: "O Evangelho Segundo o Espiritismo", de Alan Kardec, e "Fidel Castro, Uma Biografia Consentida, Tomo 1, Do menino ao Guerreiro", de Claudia Furiati


Rapper nascido na zona leste da capital paulista, ficou conhecido na mídia depois que a música "Us Mano, as Mina" estourou nas rádios de todo o país.

Partidário do movimento hip hop desde 1992, ano que deu início à sua carreira musical, Xis já ganhou diversos prêmios, seu penúltimo CD vendeu 45 mil cópias, dividiu o palco com Cássia Eller, Maurício Manieri, Originais do Samba e, recentemente, fechou contrato com uma das maiores multinacionais do mundo da música.

Seu idealismo em transformar o rap na música mais popular do país lhe rendem muitas críticas até hoje, principalmente dos rappers mais radicais, que acreditam que Xis está cada dia mais "vendido" para a mídia.

Mas "Preto Bomba" não é mole não! Dono de uma personalidade forte, o rapper não está nem aí para o que falam ou pensam dele. Tudo o que ele quer é profissionalizar a música da periferia. "Quem foi que criou a regra de que rapper não pode assinar com uma grande gravadora, fazer sucesso, dar entrevista ou aparecer na TV?"