FOTOS DA CASA
Banhos, festas, jantares, intimidades... Escolha o álbum de sua preferência



Francisco C. Inácio
» Veja álbum de fotos

Signo: áries
Idade: 30
Peso: 80 kg
Altura: 1,84m
Manequim: 40
Número do calçado: 42

O que levo para a casa:
Uma cueca preta transparente
E o que mais?

» Veja o mapa astral de Lulo Scroback




Eu também estou

 :: Analice Nicolau
 :: André Gonçalves
 :: Cynthia Benini
 :: Ellen Rocche
 :: Gustavo Mendonça
 :: Joana Prado
 :: Mariana Kupfer
 :: Rafael Vannuci
 :: Ricardo Macchi
 :: Suzana Alves
 :: Syang
 :: Vítor Belfort

LULO

Nome: Édison Scroback Júnior
Data de nascimento: 30 de março de 1971
Estado civil: solteiro, porém apaixonado
Onde nasceu: São Paulo
Animal: "minha cachorra"
Hobby: sair de barco pelas ilhas de Angra dos Reis
Comida: "patinha de caranguejo, feita pela minha mãe"
Esporte: esqui aquático, surfe e corrida
Música preferida: "New York, New York", com Frank Sinatra
Momento marcante: estréia do espetáculo "Cazas de Cazuza", no Canecão, no Rio de Janeiro, em abril de 2000
Religião: "tenho fé em Deus e acredito nos Orixás"
Já morou no exterior? sim. Onde? Los Angeles, Holywood, Long Island, Nova York e no Colorado, nos EUA
Ídolo: Frank Sinatra e Roberto Carlos
Livro: "O Rei de Havana", de Pedro Juan Gutierrez
Cor: branco e azul
Sonho: fazer um longa metragem de ação
Carreira: estreou no musical "Cazas de Cazuza", participou da novela "As Filhas da Mãe"
O que gosta de fazer numa casa: "deitar na minha cama"
Livro que escolheu para levar para a Casa dos Artistas: "O Rei de Havana", de Pedro Juan Gutierrez


"Um artista de palco. Um performer". Assim se define o paulistano Lulo Scroback, ator e cantor que teve seu talento revelado no final de 1999, depois de interpretar o personagem Deco no musical "Cazas de Cazuza".

O espetáculo sobre a vida do ex-líder do Barão Vermelho acabou mudando a vida profissional de Lulo, que passou a receber convites para papéis em novelas e comerciais de TV.

Mas o melhor reconhecimento de sua carreira aconteceu nos bastidores da temporada, depois que o diretor artístico João Araújo, pai do compositor Cazuza, fez um convite para produzir e gravar o CD solo do jovem cantor. Lulo foi o primeiro artista contratado da Som Livre em dez anos.

Lançado no ano passado, o primeiro CD de Lulo, "Modernidade", era apenas a primeira parte de um projeto bem mais ambicioso. Ao lado de outros 19 cantores-atores-bailarinos, além de uma banda com nove músicos, Lulo estava à frente de um espetáculo multimídia, sobre o processo de criação de um popstar da música.

Moreno, com cinco tatuagens no corpo e porte atlético, Lulo provavelmente vai sair da "Casa dos Artistas" com a fama consolidada. Era o empurrãozinho que estava faltando.